quarta-feira, 15 de junho de 2011

STF libera marcha da maconha alegando liberdade de expressão.

O Superior Tribunal Federal decidiu no dia 15 de junho de 2011, por unanimidade, pela legalização das marchas da maconha, ou seja, a liberação das manifestações em prol do movimento. A decisão do STF legaliza as manifestações favoráveis ao uso da maconha.

O ministro Marco Aurélio afirmou que é preciso proteger as manifestações que incomodem a maioria das pessoas. Gostaríamos de saber se o raciocínio do STF em relação a PL122, que criminaliza o indivíduo que se manifesta de forma contrária ao homossexualismo é o mesmo.

Se o STF é favorável a liberdade de expressão, a PL122 deve ser extinguida já. Será que os cristãos, pastores, padres e muitos outros não podem expressar suas opiniões e os favoráveis a maconha podem expressar seus conceitos abertamente? Será que existem dois pesos e duas medidas no STF?   

Data: 15/06/2011
Fonte: Blog Roberto Ornellas por redação Roberto Ornellas.



Gostou?? Então comente!!

2 comentários:

  1. Irmão já publicamos seu post.. abraços e valeu pela sugestão!
    Paz e graça!

    ResponderExcluir
  2. Muito bem observado.

    Será que os bizarros doutores do STF, que recentemente se mostraram tão liberais e "homoafetivos", defenderiam o direito de se expressar idéias que desagradam ao lobby gay, tão queridinho, sensível e intocável?

    Ou, pros doutores modernóides com suas capas de super-heróis, liberdade é só em favor de maconha, homossexualismo e terroristas (italianos e brasileiros)?

    E para os "reacionários" e "preconceituosos" contrários a tudo isso, os dotores defendem também liberdade de expressão, ou é censura e cadeia mesmo, como pretendem o PLC 122/06, PL 6418/05 e aberrações semelhantes?

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.